ROTEIRO DEFINIDO

Clique no link abaixo para visualizar roteiro Google Maps
Cidades principais do roteiro de ida:
- MARINGÁ
- FÓZ DO IGUAÇÚ
- PUERTO IGUAZÚ
- POSADAS
- CORRIENTES/RESISTÊNCIA
- SANTIAGO DEL ESTERO
- TERMAS DE RIO HONDO
- TUCUMÁN
- TAFI DEL VALLE
- CAFAYATE
- CACHI
- SALTA
- JUJUY
- PURMAMARCA
- TILCARA
- SUSQUES
- DIVISA PASO DE JAMA
- SAN PEDRO DE ATACAMA
- CALAMA
- ANTOFAGASTA
Roteiro de retorno em aberto, opções pelo Chaco e Santiago
EXIBIR MAPA AMPLIADO">

13 comentários:

GaLO disse...

Salve André, tudo tranquilo?

Estava dando uma olhada no Blog e vi algumas coisas que me deixou encudado...

- KIT DE PRIMEIROS SOCORROS.(tem que ser padrão argentino)

- CAMBÃO OU CABO DE AÇO PARA REBOQUE.(preferência para Cambão ou Lanza)

Aonde consigo saber mais sobre esse KIT DE PRIMEIRO SOCORROS?

E o cambão, é obrigatório mesmo ou é apenas por segurança???




Abraços

Atacama 2009 disse...

Olá Galo

Estes 2 itens é de absurdamente obrigatórios na Argentina, a melhor coisa é comprar na primeira cidade da divisa, é comum por lá e isso os guardas pegam mesmo, vc viu que coloquei outros absurdos lá, e realmente alguns querem propina e inventam alguns itens, portanto vá preparado...
Abraços
André

Alberto Mazoni disse...

Cara, dexa eu te perguntar.
tao indo com carro proprio? qual carro é?

Estava querendo fazer essa viagem também, mas saindo de Belo Horizonte.
Mas tava pensando em alugar um carro. chegaram a olhar alguma coisa nesse sentido?
abraço

André disse...

Olá Alberto
Olha já fiz todos os cálculos possíveis sobre despesas de transporte e não tem mais barato que ir de carro próprio e econômico, tipo 1000 igual o meu, pois deverá ser entre 7 a 8 mil Km e um custos pouco além de R$-1.000,00 para uns 15 dias, pois a maior parte de Km é na Argentina e o pç. do comb. é menor lá uns 40%.
Blz. Alberto
Qualquer coisa estou as ordens
Abraços
André

thiago disse...

Salve André,

A viagem promete !, estarei acompanhando o trajeto pelo blog.

Melhor seria se você estivesse a bordo de um veículo de apenas duas rodas que tanto me fascina, mas de carro também será muito interessante. Você está levando algum GPS ? e a saída tá prevista pra quando ?

André disse...

Olá Thiago
Com certeza em duas rodas também me fascina, mas não sei se aguentaria chuva e frio...hehehe
Minha viagem está prevista para inìcio de janeiro, estarei de olho no clima a fim de evitar chuvas daí eu parto....GPS não é preciso, pois as estradas são de fácil acesso e conhecidas, GPS na verdade é pra quem vai explorar o deserto de 4x4 ou moto em lugares inóspitos, sem muito recurso, no meu caso os destinos serão cidades e não haverá necessidade

thiago disse...

Opa, aguenta chuva e frio sim ! basta estar com o equipo adequando. Veja o relato de uma colega motociclista que fez a viagem no fim do ano passado :

http://www.ligiafascioni.com.br/pessoal_viagens_iquique.html

O que eu gosto na moto é a integração com a natureza, o frio e o calor fazem parte disso, os aromas, a brisa, e toda a viagem interior que fazemos em nossos pensamentos pilotando um veículo que não te oferece outros atrativos tecnológicos, como rádios e ar condicionado.

Abraço e boa sorte na viagem !!!

Emerson disse...

André,

Legal o teu Blog, também estarei em meados de Janeiro de 2009, juntamente com minha esposa cruzando as fronteiras Brasil/Argentina/Chile.
Ainda não tive definição do trajeto, pois ou conheço o deserto do Chile descendo até Santiago e voltando por Mendonza.
Ou então Entro por Mendonza-Ar, Santiago, Valparaiso, descendo para Região dos Lagos e Vulcões, saindo por Bariloche.
Pretendo me definir ainda neste mês. De qualquer forma dia 11/01/2009 estarei partindo de POA-RS...
Vamos manter contato.
Saudações.
Abraço.
Emerson

André disse...

Olá Emerson
Com certeza vamos acabar trombando pela aquela região sim, vamos mantermos o contatos e trocar informações, serão muito úteis
Abraço
André

Expedicionários: disse...

André, não deu pra fazer Machu Picchu dessa vez. Ficou pra próxima mesmo.

Abraço,
Daniel

DSCPL disse...

Andre, muito bom o seu blog. Estou usando como referencia. Eu estou indo antes, dia 29/nov e também pretendo passar 15 dias pelo Atacama. Sobre a questão do combustível como é na Argentina, a tal nafta con e sin plomo ? Meu carro é um 1.6 flex e sei que tenho que usar sem chumbo, e ainda tem as outras variantes lá standard, super, super 97. Sabe como tudo isso funciona?
Quanto ao GPS, eu tenho um, se tiveres mapas e pontos do trajeto gostaria muito de receber (cranio@gmail.com).

Fernando Motta disse...

Muito boa a pergunta sobre gasolina. Lá eles tem 3 tipos: a básica (87 octanas) é igual a nossa comum ou aditivada, a Super (91 octanas) e a Fangio XXI (marca da YPF) que tem 95 octanas. Essa é mais cara mas o rendimento compensa (dá uns 10% a mais em relação a comum). Todas são sim plomo!!!

Anónimo disse...

intiresno muito, obrigado